Oficina C.S.I. na escola – Plano de Aula para Professores

Alô Professores de Ciências do ensino médio!

Tentamos colocar uma sequência de vídeos e atividades para vocês fazerem, em sala de aula, uma oficina C.S.I. parecida com a nossa aqui no CientificaMenteUSP.

1- O crime: Você precisa de uma estória envolvendo vários suspeitos, de modo que os estudantes tenham vários DNAs a serem comparados com o DNA da cena do crime. Nós usamos uma cena do seriado C.S.I., mas sugerimos a encenação de um teatro pelos próprios alunos, onde os suspeitos terão suas células epiteliais bucais coletadas para isolamento do DNA. Ficará muito mais interativo e interessante!

2- A estrutura do DNA, suas características químicas, a definição de polimorfismo, etc. Publicamos anteriormente um post sobre a organização do material genético e um post sobre polimorfismo. Os alunos precisam compreender as semelhanças e diferenças entre os DNAs de várias pessoas.

3- Isolamento do DNA: sugerimos a coleta de células epiteliais bucais dos próprios estudantes. Mostramos como fazer isso neste post.

4- Digestão do DNA por enzimas de restrição: este passo é um problemático pois exige enzimas de restrição purificadas. Discutimos a respeito em um post sobre DNA fingerprinting. Estas enzimas são vendidas por distribuidores de reagentes para pesquisa. Porém, será necessário a adaptação do protocolo de digestão de DNA recomendado pelo fabricante usando agora um DNA contendo muito mais sal, que é caso do DNA isolado com reagentes caseiros. Havendo a possibilidade, sugerimos a aquisição do kit para uso escolar da Bio-Rad, o mesmo kit que usamos nas nossas oficinas CientificaMente. Ele traz DNAs purificados e já preparados para digestão com a enzima, que também vem no kit. É infalível. Não havendo nenhuma destas duas possibilidades, sugerimos a utilização do material que discutimos no post sobre DNA fingerprinting, prosseguindo com a eletroforese de corantes.

5- Eletroforese dos fragmentos de DNA: publicamos um post ensinando a improvisar uma cuba de eletroforese com itens de uso doméstico. Se você está utilizando o kit da Bio-Rad, você vai separar fragmentos de DNA após digestão com enzimas de restrição. Se você está fazendo a versão 100% caseira, nós sugerimos correr a eletroforese com corantes alimentares, conforme o exemplo do post de eletroforese. Os corantes são moléculas mais simples e por isso, a eletroforese será mais eficiente. Além disso, os elementos já são coloridos, representando de maneira didática os fragmentos de DNA. Lembre-se que uma das amostras de corante ou DNA deverá estar representada duas vezes: uma vez como “material da cena do crime” e outra vez como suspeito. 🙂

6- Identificação do suspeito: a exemplo do que mostramos no post sobre DNA fingerprinting, os alunos devem agora procurar qual conjunto de fragmentos (de DNA ou de corantes) dentre os suspeitos é semelhante ao conjunto obtido da cena do crime. Nesta etapa, os alunos devem ser capazes de explicar por que diferentes pessoas resultam em fragmentos de DNA de tamanhos diferentes.

Esperamos que este Plano de Aula ajude você, professor(a). No entanto, este é o 1o Plano de Aula que o CientificaMente produz! Precisamos dos comentários de vocês, nos contando se os próximos Planos precisam ser mais/menos detalhados, se os protocolos funcionaram de acordo com o esperado, etc. Ajude o CientificaMente a trazer experimentos baratos e eficientes para as suas aulas práticas!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s